Sexta, 24 de Novembro de 2017
 
    
   
Suinicultura :: Pingo Doce: Cooperar com a produção nacional
Notícias » FPAS
Pingo Doce: Cooperar com a produção nacional
2017-09-22

O Pingo Doce foi uma das Insígnias a aderir ao projeto Porco.PT tendo-o feito, segundo fonte oficial, para "disponibilizar aos seus clientes um produto diferenciado em termos organotéticos e que resulta de um caderno rigoroso de especificações que impõe, entre outras, uma alimentação à base de cereais", importante é também o facto de esta certificação garantir a rastreabilidade da carne de porco desde a sua origem, sendo feita por uma entidade externa (CERTIS) que assegura assim "os elevados padrões de qualidade do Pingo Doce".

"Motivou-nos também o facto de se tratar de uma carne produzida por suinicultores portugueses, o que reforça a nossa cooperação com a produção nacional", sublinha a mesma fonte oficial. Quanto a um balanço, nomeadamente da aceitação por parte dos clientes, ainda é prematuro, dado que o produto foi lançado nas lojas há cerca de um mês. 









Subscreva a nossa newsletter

 


FPAS - Federação Portuguesa de Associações de Suinicultores © Copyright 2014 - Todos os Direitos Reservados