Sábado, 18 de Novembro de 2017
 
    
   
Suinicultura :: Comunicado do Presidente da FPAS
Notícias » FPAS
Comunicado do Presidente da FPAS
2016-03-14

Amigos Suinicultores,

A MANIFESTAÇÃO que efetuamos na passada sexta, a todos nos deve orgulhar.

A forma ordeira como nos manifestamos, a determinação que apresentamos, a união que demonstramos, ganhou uma cobertura mediática que nos permitiu chegar a casa de todos os portugueses durante horas seguidas. Portugueses que entenderam a nossa luta, simpatizando e entendendo as nossas causas e a nossa justa insatisfação.

Agora sabem porque lutamos há tanto tempo. Agora sabem que a Distribuição não cumpre com a Regulamentação Comunitário da Rotulagem da Carne de Porco. Agora sabem do dumping constante que este Senhores praticam diariamente. Agora sabem que a ASAE apenas persegue mercearias e tabernas. Agora sabem que o poder político nada faz, em prol da produção, contra o grande capital. Nem exigir o cumprimento da lei.

Para alguns não atingimos os nossos objetivos. Sim, não atingimos todos os nossos objetivos, nem isso era expectável, mas soubemos chamar a atenção dos portugueses, para a grave situação em que vivemos. Demos armas ao Senhor Ministro para que pudesse lutar por nós em Bruxelas e internamente junto do governo do país, como compete a um governante. Pena que ele não o tenha percebido.

Senhor Ministro que depois de nos convidar, não nos quis receber. Conheceu pela comunicação social dia e noite dentro, que tem de reapreciar as medidas proposta pela FPAS, e que não iremos parar enquanto houver um suinicultor em atividade.

Recebemos de todos os quadrantes políticos e da população em geral, manifestações de apoio. Alguns comentaram-nos que fizemos a manifestação agropecuária de maior impacto, alguma vez realizada em Portugal.

Ganhamos a população portuguesa, que assim entende a nossa luta e melhor pode ajudar o nosso objetivo de “EU CONSUMO CARNE DE PORCO PORTUGUESA”. Portugueses que ficaram a saber que os nossos suinicultores sendo competitivos a produzir, têm de vender os seus porcos entre 10 e 15€ a menos, do que os que se importam, para que a indústria possa ser competitiva junto da Distribuição.

Muitos de nós já ficaram pelo caminho e outros se seguirão, a não ser feito nada. Bruxelas anuncia autorização para ajudas nacionais. Os ricos e excedentários continuarão, os seus governos apoiá-los-ão. Portugal produzindo apenas 60% do que consome, corre o risco de colapso. O Sr. Ministro da Agricultura bem o sabe, o Sr. Primeiro-ministro tem de o saber, e o Sr. Presidente da República, também será alertado.

Propõe ainda Bruxelas a redução indiscriminada de efetivos para regulação do mercado! Está claro que cederemos a nossa produção à Alemanha, Dinamarca, Espanha e Holanda…. 

É esta a UE solidária que temos e na qual estamos inseridos?

Uma palavra de solidariedade ao Carlos Dinis, agredido pela PSP durante a nossa pacífica manifestação. Também aqui demos exemplos que nos dignificam.

SUINICULTORES, ORGULHEMO-NOS da nossa luta. Nós apenas queremos produzir. Existirá algo mais nobre? Lutaremos enquanto houver forças para garantir o futuro duma atividade que amamos e de que o país precisa.

Vitor Menino

(Presidente da FPAS)









Subscreva a nossa newsletter

 


FPAS - Federação Portuguesa de Associações de Suinicultores © Copyright 2014 - Todos os Direitos Reservados